terça-feira, 5 de março de 2013

Projeto Biografias - 9 de Março, aniversário de Pedro Bandeira





Pedro Bandeira de Luna Filho (Santos, 9 de março de 1942) é um escritor brasileiro de livros infanto-juvenis. Recebeu vários prêmios, como o Prêmio APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte e o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, entre outros.

Pedro Bandeira é o autor de literatura juvenil mais vendido no Brasil (vinte milhões de exemplares até 2006) e, como especialista em letramento e técnicas especiais de leitura, profere conferências para professores em todo o país. É autor de setenta e sete livros publicados, entre eles títulos consagrados como a série Os Karas, A marca de uma lágrima, Agora estou sozinha..., A hora da verdade e Prova de Fogo.

Em sua cidade natal, Santos, trabalhou principalmente em teatro amador.
Mudou-se para São Paulo em 1961 para cursar Ciências Sociais na Universidade de São Paulo.
É casado com Lia, com quem teve três filhos: Rodrigo , Marcelo e Maurício. Tem cinco netos: Michele, Melissa, Beatriz, Júlia e Érico. Atualmente vive em São Roque.

A partir de 1983, passou a dedicar-se exclusivamente ao trabalho de escritor, consagrando-se com a publicação, no ano seguinte, de A Droga da Obediência, voltado para o público adolescente. Até outubro de 2006, o livro já havia vendido um milhão e quatrocentos mil exemplares em todo o país.

O autor garante que a experiência em jornais e revistas o ajudaram como escritor, uma vez que um jornalista é obrigado a estar parado para escrever sobre quase tudo.
A inspiração para cada história, vem dos livros que lê e dos acontecimentos de sua própria vida. Ocasionalmente pode vir ainda das mais de trezentas mensagens de e-mail e cartas que recebe semanalmente de todo o Brasil:
"Às vezes tiro idéias das cartas porque o conteúdo das mensagens são os mais diversos. Tem quem pede conselho sentimental, outros dizem que não se dão bem com os pais e já recebi até carta de presidiário. Tento responder a todas."



Nenhum comentário:

Postar um comentário