Vídeos de Cecília Meireles

Loading...

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O livro que não tem a sua paciência

El Futuro no es Nuestro
Vivemos a era digital, em que as pessoas confiam mais na tecnologia do que em qualquer outra coisa. Em contrapartida, existem aquelas pessoas que demonstram desejo por coisas ou movimentos do passado. Nesses dois grupos, há dicussões sobre o design e a funcionalidade de um meio de comunicação muito tradicional: os livros.
Com o avanço da tecnologia, muitas pessoas optam por comprar livros pela internet ou baixar as versões em PDF. Mas, ainda existe aqueles que gostam de ir as livrarias, folheiam os livros, compram muitos por mês, sentem os diferentes tipos de papel, textura, capas e fazem dessa experiência algo maior do que apenas ler.
Cada um tem suas razões, pois aprendemos e sentimos de forma diferente, mas há, no meio de tudo isso, uma discussão ainda mais particular. Quanto tempo gastamos adiando nossa leitura? Muitas vezes esquecemos livros por meses em nossas prateleiras, sem sequer termos começado a ler.
Pensando nisso, a agência mexicana DraftFCB criou uma versão do livro “El Futuro no es Nuestro”, de Diego Trelles Paz, de uma maneira muito interessante. Esta edição, ao contrário de todas as outras, é impressa com uma tinta especial, que desaparece em dois meses a partir do momento que for descompactado.
Genial, não é? Assim, a agência não só promove a leitura por curiosidade, como também desperta o desejo de possuir e ler o livro. Esse grande projeto levou a editora a ganhar vários Leõs de Ouro em Cannes e muitos mais leitores pelo mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário