quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Ainda há tempo


Ler, assim, sem nada pra fazer. Viajar, assim, sem nada a esperar. Conhecer, enfim, o que pintar pela frente. Espiar um mundo de cabeça para baixo, de dentro para fora, de um lado a outro. Deixar as adultices de lado, para voltar a colorir um pedaço de quintal. Recolocar giz de cera na mochila do dia a dia. Voltar a respirar sem pressa, com um sorriso no corpo e a alma livre de imposições. Ainda há tempo de se reencontrar debaixo de árvores, numa história de aventura, de magia e encantos. O céu continua azul, à sua espera, nos livros que o querem ler. Deixe os afazeres que não lhe somam nada, as manias de gente grande, os caprichos de um tempo perdido. Desça na escada de idades. Perca-se novamente criança, com um livro à mão e um mundo novo para recordar e viver. Blog Tukakubana

Nenhum comentário:

Postar um comentário