Vídeos de Cecília Meireles

Loading...

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

A passagem secreta do livro

Por João Augusto

No rosto que guarda certo receio, a luz entra aos poucos, ao virar de páginas, de livros que vão abrindo caminhos, derrubando muros, revelando passagens secretas. O menino que quer companhia e o livro que quer um amigo, um confidente, não esperam menos do que a imaginação e o calor humano podem oferecer. Trocam, assim, gentilezas. "Eu lhe ofereço um caminho, enquando você, menino leitor, me devolve em afeto", revela o livro. Essa amizade secular, milenar, entre criadores e criaturas, pessoas e símbolos, fez o mundo evoluir. O poder que o livro tem não é o de dominar e submeter, mas apenas o de transformar e arrancar sorrisos, emoções. A capacidade de um leitor, dada pelo livro, não é para vaidade e soberba, mas para caridade e estender de mãos a quem ainda não sabe que, ao tirar um livro de uma estante, abre-se uma porta para uma nova vida. 

* João Augusto é escritor, poeta e editor da revista Brasil Que Lê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário