quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Tatu na casca - Tatiana Belinky




11 de agosto - Confecção do saci (reciclagem)
Participação dos alunos do 1ºA, B, D e E;
2ºA, B, C, D e E

Dia do Folclore (22/08)



01 - 31 de agosto

  Em 22 de agosto, o Brasil comemora o Dia do Folclore. A data foi criada em 1965 através de um decreto federal. No Estado de São Paulo, um decreto estadual instituiu agosto como o mês do folclore.
  Folclore é o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país. O folclore pode ser percebido na alimentação, linguagem, artesanato, religiosidade e vestimentas de uma nação.
  Segundo a Carta do Folclore Brasileiro, aprovada pelo I Congresso Brasileiro de Folclore em 1951, "constituem fato folclórico as maneiras de pensar, sentir e agir de um povo, preservadas pela tradição popular, ou pela imitação".

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Mestres da Artes




MESTRES DA PINTURA

Cândido Portinari (1903-1962)

   Cândido Torquato Portinari foi um dos pintores brasileiros mais famosos. Este grande artista era filho de italianos, nascido na cidade de Brodósqui (interior do estado de São Paulo), em 30 de dezembro de 1903. Destacou-se também nas áreas de poesia e política.
   Durante sua vida, estudou na Escola de Belas-Artes do Rio de Janeiro; visitou muitos países, entre eles, a Espanha, a França e a Itália, onde finalizou seus estudos.
   No ano de 1935 ele recebeu uma premiação em Nova Iorque por sua obra "Café". Deste momento em diante, sua obra passou a ser mundialmente conhecida.
   Faleceu no dia seis de fevereiro de 1962. Cândido Portinari, que com sua obra de arte, muito contribuiu para que o Brasil fosse reconhecido entre outros países. Sua morte teve como causa aparente uma intoxicação causada por elementos químicos presentes em certas tintas.

MESTRES DA MÚSICA

Chiquinha Gonzaga (1847-1935)

   Filha de uma mulata e de um militar de família abastada, Francisca Edwiges Gonzaga nasceu em 17 de outubro de 1847 no Rio de Janeiro na época da escravidão e foi educada para ser uma dama. Enfrentou forte preconceito pois sua postura a colocava à frente de seu tempo, no entanto realizou seu desejo de tornar-se compositora. Revolucionou os costumes e a música popular da época.
   Lutou pelo respeito aos direitos autorais; freqüentou a vida boêmia tocando piano em grupos de choro, bailes e teatros, enquanto as mulheres daquele tempo ficavam em casa, cuidando da vida doméstica; foi a primeira mulher a reger uma orquestra no país e compôs a primeira música de carnaval, a marcha Ô Abre Alas (1899), que se tornou o seu maior sucesso e é tocada até hoje nos bailes carnavalescos do país. Faleceu em 28 de fevereiro de 1935.

MESTRES DAS ESCULTURAS

ALEIJADINHO (1730-1814)

   Antônio Francisco Lisboa, nosso Aleijadinho, tinha esse apelido devido a uma doença degenerativa que provoca a perda dos membros. Nasceu na antiga Vila Rica (atual Ouro Preto), Minas Gerais, filho de um arquiteto português, Manuel Francisco Lisboa, e de uma escrava de quem se sabe apenas o primeiro nome: Isabel.
   Aleijadinho foi arquiteto e escultor do Período Colonial, sendo considerado o artista mais importante do estilo Barroco no Brasil.  
   Deixou mostras de seu talento em Ouro Preto, Sabará, Caeté, Catas Altas, Santa Rita Durão, São João del-Rei, Tiradentes e Nova Lima, cidades de Minas Gerais, onde desenhou e esculpiu para dezenas de igrejas.


Grupo Kodomo-no-Kai

                                                                          



 31 de Maio - Coordenadora Márcia
Participação dos alunos do 3ºD e E

     Grupo que tem como objetivo, o resgate da cultura japonesa e transmitir para as novas gerações, um pouco das tradições, músicas, danças, culinária, língua, artes, educação, vestimentas,sabedoria oriental, etc. Em parceria com a Escola da Família, que é um projeto da Secretaria Estadual de Educação, onde a Escola Estadual Álvaro Guião, através de sua diretoria e coordenação, cede espaço para que possam desenvolver as atividades, que ocorrem aos sábados no período da tarde, e alguns domingos para a culinária e atividades extras. O Kodomo no Kai, iniciou as atividades em junho de 2007.

Ana Maria Machado (1941-)


28 de Maio
    Ana Maria Machado nasceu em Santa Teresa, Rio de Janeiro, a 24 de Dezembro de 1941 (70 anos).
   Formada em Letras, trabalhou como pintora, professora e jornalista, antes de dedicar-se inteiramente à literatura infanto-juvenil, a partir de 1980. Tem 33 anos de carreira e mais de 100 livros dirigidos a adultos e crianças, publicados no Brasil e em mais de 17 países (com mais de dezoito milhões de exemplares vendidos).
    É vencedora de diversos prémios: como o Prémio Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), o Prémio Machado de Assis pelo conjunto da obra (em 2001), considerado o maior prémio literário nacional dado pela Academia Brasileira de Letras e o Prémio Hans Christian Andersen (em 2000), considerado o prémio Nobel da literatura infantil mundial.
    Entre seus principais livros infantis estão História meio ao contrário, Bisa Bia, Bisa Bel, O menino que espiava pra dentro, Bem do seu tamanho entre outros.  

Zezinho - O pequeno escritor


27 de Maio
    Os ingredientes para formar um bom escritor consistem na junção do gosto pela leitura, incentivo familiar e uma boa base escolar. José C. Garcia, aluno da EMEB Maria Ermantina Carvalho Tarpani reúne todos estes ingredientes e, aos 8 anos de idade, lança seu primeiro livro com o título:
“Na fazenda da Vó de Juca”.

Ruth Rocha (1931- )



21 de Maio
     Ruth Machado Louzada Rocha nasceu em 02 de março de 1931 na cidade de São Paulo. Filha dos cariocas Álvaro de Faria Machado, médico, e Esther de Sampaio Machado, tem quatro irmãos, Rilda, Álvaro, Eliana e Alexandre.
     Teve uma infância alegre e repleta de livros e gibis. O bairro de Vila Mariana, onde morava, tinha nessa época muitas chácaras por onde Ruth passava, a caminho da escola - estudava no Colégio Bandeirantes. Mais tarde, terminou o Ensino Médio no Colégio Rio Branco.
     É formada em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Casada com Eduardo Rocha, tem uma filha, Mariana e dois netos, Miguel e Pedro.

     Monteiro Lobato foi sua grande influência.

     Ganhou os mais importantes prêmios brasileiros destinados à literatura infantil da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, cinco Prêmios “Jabuti”, Prêmio João de Barro, entre outros.

     Seu livro mais conhecido é “Marcelo, Marmelo, Martelo”, que já vendeu mais de 1 milhão de cópias.

     É uma das maiores escritoras de literatura infantil do país, com 130 livros publicados e 10 milhões de exemplares vendidos, sendo 2 milhões no exterior.

Daniela Caburro - Dia do Artista Plástico (08/05)




É artista plástica desde 1995 e reside aqui na cidade de São Carlos.
Através da sua Galeria de quadros vem mostrar o quanto ela é feliz e realizada. Cada quadro é uma vitória! Cada pincelada uma realização!
    Tem participado de eventos, exposições, pintura ao vivo e palestras.
Ficou muito feliz em ter participado, com os demais pintores da APBP (Associação dos Pintores com a Boca e com os Pés), do Parapan-Americano 2007. Foi realizada uma exposição em homenagem aos paratletas.
     Ela é integrante (desde 2004) da Associação dos Pintores com a Boca e com os Pés, que é uma associação internacional, sua sede fica na Suíça. A associação dá aos artistas integrados um incentivo muito grande, os apóia com bolsas de estudos para continuarem com suas artes.

A centopéia que sonhava - Herbert de Souza (Betinho)



12 de Maio
Participação dos alunos do 1ºA, B, D e E; 2ºA e B

Dia do Índio (19/04)




27 de Abril
Participação dos alunos do 1ºA, B, D, 2ºA, B, C e E
Coleginho Passatempo

Dia do Índio - Telão


13 e 14 de Abril - Tainá na Amazônia
Participação dos alunos do 2ºA, B, C e E

Fernando de Noronha


14 de Abril de 2011
Exposição cedida pelo SESI



Dia de Tiradentes (21/04)


11 de Abril - Christina Pirolla
Participação dos alunos do 4ºA, B, C e D

sábado, 3 de setembro de 2011